quarta-feira, 25 de março de 2015

Lombo de Tamboril com Toranja-Rosa




Um prato diferente, requintado e cheio de sabor. Bonitas, as toranjas-rosa, delicadas mas com presença, tal como o tamboril fresco que trouxe da peixaria ainda a cheirar a mar. Um almoço bem especial, com aromas deliciosos no ar... Pratos para dias bons ;)

Ingredientes
(Fonte: Receitas Saudáveis da Cozinha Portuguesa)

2 toranjas-rosa
2 cebolas
1 bolbo de funcho
azeite
2 dentes de alho esmagados
1 colher de sopa de folhas de tomilho fresco
1,5 dl de vinho branco seco
1 Kg de tamboril partido em pedaços grandes
2 folhas de louro
sumo de 2 laranjas
1/2 colher de chá de molho tabasco
sal e pimenta-preta, a gosto

Preparação

Descascar as toranjas sobre uma tigela, para não desperdiçar o sumo. Retirar os gomos de entre as membranas. Deitar os gomos na tigela. Cortar as cebolas e o bolbo de funcho em rodelas finas. Num tacho grande, aquecer o azeite, juntar as cebolas e o funcho e deixar saltear, até a cebola estar branda e começar a ganhar cor. Reduzir o lume, juntar o alho e o tomilho e mexer bem. Adicionar o vinho e levantar de novo o lume, para que evapore. Deixar cozinhar até que o líquido se reduza para metade e fique apurado. Temperar com sal e pimenta-preta, a gosto. Deitar os legumes salteados numa assadeira. Temperar o tamboril com sal e pimenta-preta e com as folhas de louro. Dispor o peixe sobre os legumes e colocar os gomos das toranjas, reservando o sumo. Deitar o sumo das toranjas num copo medidor e juntar sumo de laranja, até perfazer 1,5 dl. Adicionar o molho tabasco e deitar tudo sobre o peixe. Pré-aquecer o forno a 200ºC. Cobrir a assadeira com papel de alumínio e levar ao forno por 30 minutos ou até o peixe lascar facilmente. Servir bem quente, com arroz basmati e coentros.

Bom Apetite!




segunda-feira, 23 de março de 2015

Dias Bons





Os dias bons pedem mesas bonitas e cuidadas. Querem-se demorados e convidativos. Apetecem pratos mais elaborados, receitas diferentes, uma variação qualquer dos dias normais. Os dias bons ficam melhores só por causa disso...




sexta-feira, 20 de março de 2015

Pão de Banana e Manteiga de Amendoim



A tempo do fim-de-semana, uma receita de um pão de banana e manteiga amendoim para o lanche dos dias por que se esperam mais. Os dias de descanso, de preguiça, de casa. Um pão diferente, na verdade um "meio pão, meio bolo", que fica muito bem a acompanhar um café com leite ou um chá bem quentinho. Simples, com queijo ou com mel é uma tentação!...



Ingredientes
(Fonte: Às nove no meu blog)

2 chávenas de chá de farinha de espelta
2 colheres de sopa de açúcar
1/2 chávena de chá de leite (morno)
5 gr de fermento de padeiro em pó
2 bananas maduras esmagadas
2 colheres de sopa de manteiga de amendoim
1 pitada de sal
1 colher de manteiga amolecida
1 ovo

Preparação

Dissolver o fermento de padeiro no leite quente. Misturar numa taça o açúcar com o ovo. Juntar a farinha, o leite e envolver tudo muito bem, sem bater. Juntar a manteiga e o sal. Misturar as bananas com a manteiga de amendoim e adicionar ao outro preparado. Forrar uma forma de bolo inglês com papel vegetal. Verter a massa e deixar levedar uma hora. Pré-aquecer o forno a 180ºC. Levar a cozer por 30 a 40 minutos.

Bom Apetite!


quarta-feira, 18 de março de 2015

Frango com Molho de Cerveja e Rama de Funcho




O meu reportório de receitas de todos os dias tem sido acrescentado. Pelas mãos da minha amiga com nome de água, tenho preparado receitas muito saborosas, aromáticas e rápidas de preparar. Mais importante que tudo, os meus meninos têm adorado. E é uma satisfação ouvi-los a perguntar, logo após a primeira garfada, se vão poder repetir no final. Mais uma receita apropriada. Mais memórias felizes em torno de um prato aromático, delicado, e que não deixará ninguém indiferente. Uma vez mais, querida amiga: obrigada ;)

Ingredientes
(Fonte: Coisas d'Amar)

4 peitos de frango do campo 
4 dentes de alho
1 folha de louro 
1 cerveja 
uma malagueta vermelha 
1 colher (de sopa) de Maizena 
sal, azeite, bacon, água e rama de funcho q.b. 

Preparação

Partir os peitos de frango em pedaços, depois de passados por água. Colocar numa taça e temperar da seguinte forma: sal (pouco, que a cerveja vai ajudar a apurar e a dar muito sabor), um fio de azeite, metade da garrafa de cerveja, os alhos picados (com um pouco da casca), a malagueta também picada o bacon partido em cubos pequenos e o funcho. Misturar e deixar estar uns dez minutos. Decorrido este tempo, levar uma sertã ao lume, com um fio de azeite e deixar aquecer durante uns segundos. A seguir, colocar os pedaços de frango, reservando o tempero. Virar os pedaços de frango durante uns 5 minutos e, depois, acrescentar a marinada. Deixar cozinhar durante 10 minutos e acrescentar um pouco de água, porque o molho foi ficando mais forte e corre o risco de ficar com sabor a queimado e salgado. Depois de acrescentar a água, mexer e deixar estar mais 10 minutos. A seguir, juntar a outra metade da cerveja e deixar apurar. Provar, para ver se está bem de sal e acrescentar mais água, se necessário. Retirar um pouco de molho para uma chávena, juntar a Maizena, mexer bem e voltar a colocar na sertã. Envolver bem, deixar cozinhar mais um minuto e retirar do lume. Pouco antes de servir, acrescentar mais um pouco de rama de funcho e servir bem quente. 

Bom Apetite!




segunda-feira, 16 de março de 2015

Doce de Abóbora com Laranja



Não resisto a um bom doce para barrar o pão, para comer com bolo de iogurte ou a acompanhar um bom queijo. O pequeno-almoço nem é o mesmo, se não houver uma colher de doce a acompanhar... Esta compota ficou deliciosa. Uma combinação nada desconhecida de sabores, mas aqui realçada pela maior quantidade de laranja utilizada. O aroma a canela e laranja é inebriante e o sabor persiste mesmo depois de bem guardada nos frascos próprios. Vale a pena experimentar!...

Ingredientes

2 Kg de abóbora, peso já descascada e limpa de sementes, partida em cubos de 2 cms
1 Kg de açúcar branco
200 gr de açúcar amarelo
2 paus de canela
a casca de uma laranja inteira (só o vidrado da casca e não a parte branca, que só iria amargar o doce)

Preparação

Levar a abóbora envolvida no açúcar ao lume, num tacho largo. Juntar os paus de canela e a casca da laranja. Deixar ferver até obter um ponto estrada  (colocar um pouco do doce num prato raso: com uma colher traçar um sulco; se esse sulco se mantiver, ou seja, se ficar uma "estrada" no doce, está obtido o ponto), cerca de 45 minutos a 1 hora. Retirar do lume e retirar os paus da canela e metade da casca de laranja. Deixar a restante casca e passar tudo com a varinha mágica, mais ou menos grosseiramente, conforme o gosto. Guardar em frascos esterilizados, que só devem ser fechados depois do doce completamente arrefecido.



Bom Apetite! 



sexta-feira, 13 de março de 2015

Robalo de Mar ao Sal com Molho Vierge





Numa das últimas idas às compras não resisti a um belo robalo de mar. Pedi para o arranjar mas não escamar, com a ideia de o preparar, uma vez mais, ao sal. Entretanto recordei-me de um molho que vi há tempos ser preparado num programa de televisão. Pesquisei os meus apontamentos, encontrei a receita, e fiz um almoço maravilhoso ;) Este molho é mesmo uma delícia: muito fresco, muito leve, perfeito para inúmeras utilizações!


Ingredientes

Para o Robalo ao Sal
1 robalo de mar com 1,500 Kg
2 kg de sal grosso 
1oo ml de água
2 claras de ovo
1/2 limã0 cortado em gomos
1 punhado de folhas de manjericão


Para o Molho Vierge
5 colheres de sopa de azeite
sumo de meio limão
1 colher de chá de sementes de coentros
2 tomates 
10 folhas grandes de manjericão
sal


Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Colocar numa taça grande o sal grosso. Juntar as claras de ovo e a água e misturar bem com as mãos, até obter uma pasta com a consistência de areia molhada. Lavar e arranjar bem o peixe, limpando-o das entranhas mas mantendo-o intacto e com a pele. Rechear o peixe com as folhas de manjericão e os gomos de limão. Forrar uma assadeira com papel vegetal. Colocar uma camada de sal no fundo e, por cima, o peixe. Cobrir o peixe com o restante sal, moldando bem a pasta de sal em redor do peixe, de forma a cobri-lo completamente. Levar ao forno, na função assar com calor circulante, por 45 minutos (regra: 30 minutos por cada kilo de peixe). Enquanto o peixe cozinha, prepara-se o molho. Numa frigideira, tostar as sementes de coentros por uns minutos e depois triturá-las num almofariz.  Cortar os tomates, limpando-os de todas as sementes e cortando-os em cubos pequeninos. Picar finamente as folhas de manjericão. Numa caçarola, aquecer em lume muito brando o azeite. Juntar depois o sumo do limão, as sementes de coentros, o tomate e as folhas de manjericão. Misturar tudo muito bem e temperar com sal, a gosto. O molho deve aquecer sem nunca ferver. Para servir, cortar a crosta de sal em volta do peixe com a ponta de uma faca e retirar as lascas de robalo, com cuidado, para uma travessa de ir à mesa. Servir o peixe com o molho vierge.

Bom Apetite!




quarta-feira, 11 de março de 2015

Mesa para Nós



São as de todos os dias. As do quotidiano, as dos momentos de festa, as dos domingos solarengos ou de chuva. As de todos os dias, mesmo. E é muito bom pôr as mesas a pensar neles, nos meus três rapazes, e ter a alegria de os ver sentar e comer com prazer as comidas que lhes preparo. É bom saber que os tenho. Que somos um "nós".